O desenvolvedor back-end é o profissional responsável por criar e gerenciar toda a lógica, regras de negócio e funcionalidades que acontecem “nos bastidores” de um site, aplicativo ou qualquer sistema digital.

Enquanto o front-end cuida da interface com o usuário, o back-end garante que tudo funcione corretamente por trás dessa interface.

Diferenças entre Desenvolvedor Back-End e Front-End

Enquanto o desenvolvedor back-end foca no servidor, banco de dados e aplicação, o desenvolvedor front-end trabalha com a interface e experiência do usuário. Ambos os papéis são complementares, mas requerem conjuntos de habilidades distintos – o back-end com foco em lógica e arquitetura de dados, e o front-end em design e interatividade.

Desenvolvedores back-end enfrentam desafios como manter a segurança dos dados, otimizar a performance do servidor e integrar diversas tecnologias. Soluções incluem práticas de codificação segura, uso de algoritmos eficientes e contínua atualização profissional.

O que faz um desenvolvedor back-end?

O desenvolvedor back-end é responsável por:

  • Criar e implementar as regras de negócio e funcionalidades de um sistema digital
  • Modelar e gerenciar bancos de dados relacionais e não-relacionais
  • Desenvolver APIs que permitem integração entre front-end e back-end
  • Garantir boa performance, escalabilidade e segurança da aplicação
  • Participar do design e arquitetura geral do software

O back-end da a vida e inteligência para um sistema digital funcionar corretamente.

Hard Skills de um Desenvolvedor Back-End

As principais hard skills que um desenvolvedor back-end precisa dominar são:

Lógica de Programação

Disparado a habilidade mais importante! Saber pensar de forma lógica, dividir problemas complexos em partes menores e aplicar algoritmos é essencial no dia a dia.

Domínio de conceitos como variáveis, arrays, loops, funções é obrigatório.

Estrutura de Dados

Entender como organizar e manipular dados de forma eficiente, utilizando as melhores estruturas como filas, pilhas, listas, árvores, hashes, etc.

Bancos de Dados

Saber modelar, consultar e gerenciar bancos de dados relacionais (SQL) e não-relacionais (NoSQL).

Entender como extrair, manipular e armazenar dados de forma estruturada.

JavaScript

Principal linguagem utilizada no desenvolvimento back-end hoje em dia, por isso, é importante ter um bom domínio de JavaScript e Node.js.

Controle de Versão

Utilizar sistemas de controle de versão (GIT), para trabalhar em equipe de forma organizada.

Soft Skills de um Desenvolvedor Back-End

Além de conhecimento técnico, algumas soft skills fazem um bom desenvolvedor back-end se destacar:

Resolução de problemas

Capacidade de quebrar problemas complexos em partes menores e aplicar lógica para resolvê-los.

Comunicação

Saber se comunicar de forma clara e objetiva, explicando soluções técnicas para não técnicos.

Trabalho em equipe

Desenvolver de forma colaborativa, seguindo boas práticas e padrões que facilitem o entendimento do código por outros membros da equipe.

Organização

Manter o código e a estrutura de pastas organizados, seguindo guias de estilo e arquitetura definidos.

Como se Tornar um Desenvolvedor Back-End?

Para se tornar um desenvolvedor back-end, é fundamental ter uma base sólida em linguagens de programação como Java, Python ou Ruby, além de conhecimentos em SQL e bancos de dados. A educação formal em ciência da computação pode ser valiosa, mas habilidades práticas e experiência de projeto são igualmente importantes.

Escolher uma carreira como desenvolvedor back-end oferece várias vantagens, como alta demanda no mercado, salários competitivos e oportunidades de trabalhar em projetos desafiadores e inovadores. Além disso, oferece a chance de impactar significativamente a funcionalidade e eficiência dos aplicativos e plataformas digitais.

Salários do Cargo

A remuneração variável de Desenvolvedor Back-end no Brasil é de R$ 8.059, variando entre R$ 3.500 e R$ 13.800. As estimativas de salários têm como base 497 salários enviados de forma sigilosa ao Glassdoor por pessoas com o cargo de Desenvolvedor Back-end no Brasil.

Tendências Futuras no Desenvolvimento Back-End

O campo do desenvolvimento back-end está em constante evolução, com tendências emergentes como computação em nuvem, DevOps e microserviços ganhando destaque. Estar atento a essas tendências e adaptar-se a elas é crucial para qualquer desenvolvedor que deseje permanecer relevante no mercado.

Aprenda mais sobre a Profissão Back-End

Confira um trecho da nossa aula sobre a carreira em desenvolvimento back-end e conheça mais sobre a nossa Profissão Desenvolvedor Back-End:

Conclusão

O papel do desenvolvedor back-end é fundamental na era digital. Com a demanda crescente por aplicativos e serviços online, esses profissionais continuam a ser uma força motriz na inovação e na manutenção de sistemas robustos e eficientes. A carreira oferece não apenas estabilidade e remuneração atraente, mas também a oportunidade de resolver problemas complexos e contribuir para o avanço tecnológico.

Leia também

Veja também nossos outros artigos para você mergulhar no mundo de Tecnologia!