No mundo da programação, o termo JavaScript é um dos mais populares. Certamente você já o viu em algum tutorial ou guia online. Mas apesar da fama, muitas pessoas não sabem como ele funciona na prática. 

Desde 2013, esta linguagem de programação se popularizou devido à sua flexibilidade e versatilidade, que torna o aprendizado mais fácil.

O resultado é que cada vez mais pessoas se interessam em aprender programação com o JavaScript, começando a escrever os seus primeiros códigos. 

Assim, junto com o Python, HTML e do CSS, esta é uma das principais tecnologias usadas na web. Todas permitem a criação de páginas interativas com elementos dinâmicos e boa performance.

Qual a importância do JavaScript? Esta linguagem é fácil de aprender? Para abordar sobre este tema, elaboramos este post com um guia completo sobre a popular linguagem de programação e como usá-la na prática. 

Vamos aprender? Tenha uma boa leitura!

Sumário

O que é JavaScript?

O conceito de JavaScritp teve origem na década de 1990, pela Netscape Communications, uma empresa especializada em serviços de computadores. 

Também conhecido como JS, o JavaScript se tornou a linguagem de programação mais popular do mundo, de acordo com a Pesquisa de Desenvolvedores do Stack Overflow, divulgada em 2022.

O principal objetivo da linguagem é atender à demanda crescente por sites mais interativos e dinâmicos. Como páginas que usam o HTML continham pouca ou nenhuma interatividade além dos hyperlinks, o JavaScript chegou para mudar este cenário. 

O diferencial é que este tipo de linguagem permite um melhor controle dos elementos de uma página. O processo é feito em tempo real, sem necessariamente precisar receber os dados ou uma resposta do servidor. 

Assim, ao atualizar um conteúdo de uma página, não é necessário esperar o seu carregamento total para preencher um formulário, por exemplo.

As características do JavaScript são:

  • Versatilidade;
  • Dinâmica;
  • Acessível;
  • Funcionalidade;
  • Recursos avançados.

Enfatizando este último exemplo, os recursos usados são APIs para trabalhar com textos, datas e expressões.    

Para que serve o Javascript

O JavaScript foi criado como uma linguagem de programação conhecida como “client-side”, ou seja, que é executada no computador do próprio usuário.  

Na prática, o processamento desta linguagem não acontece por um servidor, e sim pelo navegador instalado no computador.

Usando o código JavaScript, o usuário pode fazer várias atividades, como acessar um banco de dados, por exemplo. 

Portanto, o JavaScript atua como um complemento às demais linguagens de programação, como o HTML e CSS no front-end

História da linguagem

A história do JavaScript começa na década de 1990, quando acontecia uma grande disputa no mercado dos navegadores. 

A empresa Netscape, responsável pela criação do Netscape Navigator, queria se diferenciar neste mercado. A ideia era deixar a navegação mais dinâmica, para o melhor carregamento de uma página, melhorando a dinâmica do usuário.

Assim, em 1995, a empresa contratou o desenvolvedor Brendan Eich, que criou uma linguagem de script que deu uma nova vida para as páginas Web. 

Inicialmente, a linguagem recebeu o nome de LiveScript. Posteriormente a Netscape fechou uma parceria com a Sun Microsystems, companhia que criou a linguagem Java. 

Portanto, o nome LiveScript foi alterado para JavaScript, como uma jogada de marketing para divulgar a criação da então nova linguagem de programação.

Mas é importante lembrar que existe uma diferença do JavaScript com o Java, que é outro tipo de linguagem de programação. 

No ano de 1997, a padronização do JavaScript, chamada de ECMAScript. Isso garantiu um grande crescimento da linguagem, contribuindo para a sua popularização entre os programadores. 

No início dos anos 2000, o Google adotou o JavaScript em suas aplicações, como o Gmail, que apresentava diversos problemas.  

Com isso, a gigante da tecnologia desenvolveu o Engine V8, uma famosa máquina virtual Javascript open-source, que foi adotada no mercado. 

O que dá para fazer com JavaScript?

Foto de pessoa trabalhando ao lado de computador.

O JavaScript foi criado como uma linguagem de programação client-side e atualmente apresenta diversas funções. 

Assim, sua aplicação acontece em diferentes formatos dinâmicos, incluindo páginas simples, jogos, aplicativos, entre outros.

Abaixo, separamos algumas das principais aplicações do JavaScript na programação e como elas podem ser usadas na web. Veja!

Comportamento interativo

A linguagem JavaScript  possibilita a interação do usuário com uma página. Este comportamento acontece em diversos exemplos, como:

  • Imagens com zoom;
  • Informações mostradas ao clicar em botões;
  • Carrosséis de imagens com transições;
  • Elementos atualizados sem a atualização de página;
  • Animações;
  • Contagem regressiva.

Páginas da web

A criação de páginas da web com o JavaScript usa diversos tipos de frameworks que auxiliam nesta tarefa. A linguagem da programação deixa o seu desenvolvimento muito mais prático e rápido. 

Um framework são códigos agrupados que auxiliam na execução de diversas funções. Seu objetivo é usar todas as funcionalidades e estruturas prontas para que você consiga tenha mais qualidade e produtividade em seus projetos. 

Apps

Com o JavaScript é possível criar aplicativos mobile. A vantagem é que basta apenas esta linguagem de programação para criar as ferramentas em diferentes plataformas. 

A criação dos apps utilizam duas tecnologias diferentes, com o código nativo do Android, que é escrito em Java. 

Servidores

Os códigos nos servidores são feitos com JavaScript. Assim, o usuário escreve códigos para o servidor usando a linguagem de programação. 

Além da parte front-end, é possível usá-lo para construir a estrutura backend e servidores, com o uso do Node.js

Jogos

O desenvolvimento de jogos também usa a linguagem JavaScript. Um dos mais populares frameworks para games é o Phaser, onde você pode, inclusive, criar jogos completos apenas com HTML, CSS e JS.

Como aprender JavaScript

Para aprender uma linguagem de programação JavaScript é bem simples. Tudo vai depender do que você pretende desenvolver, analisando o que seu projeto precisa. 

Por isso, saber a diferença das linguagens de programação  contribui para o seu aprendizado.

Abaixo listamos alguns exemplos de situações que exigem linguagens de programação e qual é a linguagem ideal para tal necessidade. Assim você já vai saber exatamente o que precisa aprender:

E para lidar com programação client-side, você vai precisar aprender a desenvolver com JavaScript, afinal, essa é a melhor linguagem para  desenvolvimento front-end.

Além dela, existem outras situações, como:

  • Para programação server-side, você vai precisar saber usar Python, PHP, Go e Ruby. Essas linguagens ajudam muito na comunicação entre os bancos de dados e as aplicações no back-end de programas;
  • Para aplicações web, o melhor caminho é buscar especializações em C#, JavaScript e  Java. Essas linguagens servem como ferramentas essenciais para construção de aplicativos; 
  • Para gerenciar dados, sem dúvidas, a melhor saída é ir direto na “fonte” e usar a linguagem de programação é SQL;
  • Para desenvolver jogos, seu estudo deve começar por linguagens como C++, C#, JavaScript e Java. Essas linguagens são potentes e se aplicam perfeitamente à estes casos;
  • Para desenvolver aplicativos móveis, você deve apostar na linguagem C++ e Java. Essas soluções podem oferecer ótimo desempenho, já que têm tudo que é necessário para desenvolver aplicativos e produtos iOS (optando pela linguagem de programação Swift);
  • As aplicações GUI precisam de gráficos e bons visuais. Isso é possível tendo a Python, C#, PHP e Java como opções para desenvolver aplicativos desktop;
  • A computação estatística também exige processamento de dados Python e SQL, por exemplo. 

Na realidade, considerando que essa linguagem precisa ter versatilidade, a programação C++ é outra solução bem versátil para entrar na lista. 

Ainda que a linguagem Java também apresente grande versatilidade, a linguagem de programação Python é sem dúvidas a mais popular no desenvolvimento web. Em seguida, a lista tem nomes como Java, JavaScript, C++ e C#. 

Principais Bibliotecas JavaScript

O ecossistema JavaScript é rico em bibliotecas que potencializam o desenvolvimento, proporcionando soluções eficientes e simplificando tarefas complexas. Algumas das bibliotecas mais influentes incluem:

  1. ReactJS: Uma biblioteca desenvolvida pelo Facebook, amplamente utilizada para construção de interfaces de usuário, permitindo a criação de componentes reutilizáveis.
  2. Vue.js: Um framework progressivo que facilita a construção de interfaces interativas. Sua simplicidade e flexibilidade tornam-no uma escolha popular.
  3. Node.js: Embora tecnicamente não seja uma biblioteca, o Node.js merece destaque. Ele permite a execução de JavaScript no lado do servidor, possibilitando o desenvolvimento de aplicações web escaláveis.

Variáveis JavaScript

Variáveis em JavaScript são contêineres que armazenam valores. A declaração de variáveis é crucial para a manipulação de dados durante a execução de um programa. Em JavaScript, você pode declarar variáveis usando var, let, ou const.

var: É a forma mais antiga de declarar variáveis. Tem escopo de função e pode ser reatribuída.

var idade = 25;

let: Introduzido no ECMAScript 6 (ES6), tem escopo de bloco e pode ser reatribuído.

let nome = "Alice";

const: Também introduzido no ES6, tem escopo de bloco, mas não pode ser reatribuído após a inicialização.

const PI = 3.14;

Tutoriais com Linhas de Código JavaScript

A melhor forma de aprender JavaScript é praticar. Aqui estão alguns tutoriais práticos com trechos de código para aprimorar suas habilidades:

  1. Manipulação de Arrays:

let frutas = ['Maçã', 'Banana', 'Morango']; frutas.push('Abacaxi'); console.log(frutas);

Trabalhando com Promises:

function exemploPromise() {
    return new Promise((resolve, reject) => {
        // Lógica assíncrona
        const sucesso = true;
        if (sucesso) {
            resolve('Operação bem-sucedida!');
        } else {
            reject('Algo deu errado.');
        }
    });
}

exemploPromise()
    .then(resultado => console.log(resultado))
    .catch(erro => console.error(erro));

DOM (Document Object Model) em JavaScript:

O DOM é uma interface de programação que representa a estrutura de um documento HTML ou XML como uma árvore de objetos. Ele fornece uma maneira de interagir e manipular dinamicamente elementos HTML.

  1. Seleção de Elementos:Para interagir com elementos HTML, você primeiro precisa selecioná-los. Isso pode ser feito usando métodos como getElementById, getElementsByClassName, getElementsByTagName, querySelector, entre outros.

// Exemplo de seleção por ID let meuElemento = document.getElementById('meuID');

Manipulação de Conteúdo:

Uma vez selecionado, você pode manipular o conteúdo desses elementos, como modificar seu texto ou HTML interno.

meuElemento.innerHTML = 'Novo Conteúdo';

Atributos e Estilos:

Além de modificar o conteúdo, você pode alterar atributos e estilos dos elementos.

meuElemento.setAttribute('class', 'destaque'); meuElemento.style.color = 'blue';

Manipulação de Eventos:

O DOM permite que você responda a eventos, como cliques do mouse ou pressionamentos de teclas.

meuElemento.addEventListener('click', function() {
    alert('Elemento clicado!');
});

Confira um trecho da nossa aula sobre JavaScript da nossa Formação em Tecnologia:

É muito difícil aprender JavaScript?

Se você tem interesse em conhecer mais e como fazer um algoritmo na prática, precisa ter noções de programação e plataformas online para por este conhecimento em sua estratégia de marketing.

Por isso, aprender JavaScript e outras linguagens de programação exige um estudo específico e aprofundado, com formação em Tecnologia

Mas ao ter materiais dedicados especificamente a esse assunto, especializados na formação de dados, este estudo se torna mais fácil e proveitoso.

Aqui na DNC, você tem diversos cursos disponíveis nesta área para a sua formação.

A formação em Dados tem carga horária superior a um MBA, você terá aula com especialistas do mercado que trabalham em empresas como IBM, XP, Pic Pay e Loft.

Aliada a ela está a Ciência de Dados estuda os dados para ajudar a resolver problemas complexos e explorar outros problemas que precisam ser resolvidos visando alavancar um negócio. 

Ciência de Dados é extrair valor dos dados de formas que não eram conhecidas até então. É a ciência que estuda todo o processo de captura, transformação, geração e análise de dados.

Com a gente você pode aprender a ser um profissional de marketing completo, desenvolvendo uma visão multidisciplinar das principais estratégias responsáveis por alavancar resultados de grandes empresas e as habilidades necessárias para isso.

Conclusão

Diante de tudo que foi possível absorver até aqui, deu para compreender o JavaScript como uma importante linguagem de programação que pode ser aplicada em diferentes elementos que facilitam a interação com o usuário.

Porém, você vai precisar entender qual o melhor caminho para atender o projeto em que está trabalhando, buscando agregar agilidade e organização com sua programação ao longo do desenvolvimento do seu trabalho.

Agora você já sabe o que precisa para começar a fazer isso! 

Se você gostou desse conteúdo e gostaria de entrar na área de programação, reforçamos o convite: acesse o site da escola DNC.

Torne-se um desenvolvedor(a) aprendendo tudo na prática!

Gostou do conteúdo? Se aprofunde ainda mais nesse assunto com a nossa Formação em Tecnologia!